Archive for junho \25\UTC 2008

1 + 1 = máscaras
junho 25, 2008

Ontem, durante alguns minutos do meu tempo livre, o impulso em rondar pela vida alheia (lê-se blogs, orkuts e fotologs) me deixou absurdamente ciente da coerência dos meus pensamentos atuais. Vejo o quanto algumas pessoas, por mais que tentam ser diferentes, parecem não serem capazes de sair daqueles pequenos incômodos vindos de dentro. Exemplo clássico são as belas e bonitas personalidades, que insistem em fazer uma imagem de durão, quando na verdade o contrário é altamente perceptível, e a confusão entre o ser e o querer ser se torna vergonhoso diante de quem conhece o real. E isso, faz do belo olhar imparcial, um dilúvio de dúvidas e inseguranças.

 

 

Confesso que se eu não mudar de verdade, vou sempre quebrar a cara por esperar o essencial das pessoas. O que me deixa feliz é ver o quanto aprendi ter os pés a cada dia mais fixos ao chão, mesmo com essas turbulências de sentimentos dos últimos dias.

Eu nem ligo: Sou romântico meeeesmo… Sou dramático meeeeesmo… Sou o que todos conhecem meeeeesmo… Se acha ruim, paciência. Que fazer hora com isso? Vou achar é doido. Pelo menos acredito na sinceridade mútua.

Anúncios

O mundo e o rap
junho 23, 2008

E quando eu falo pras pessoas que o Rap vai dominar o mundo, elas ainda acham ruim comigo.

Um cara que atende pelo nome de Lil Wayne vende 1 milhão de cópias no lançamento de seu disco e a pergunta que me faço é: “what a hell is this?” 

Mesmo não sendo uma característica relevante, passa pela nossa cabeça: “Ah! Vai ver o cara é um desses cantores gostosões, bem vestidos e que tem uma cara de fodão”.

ooooooi?

Aí, pra deixar a gente ainda mais indignado feliz em ver o talento do rapaz, a notícia termina com um dado importante:

“Também apareceram na lista de mais vendidos da “Billboard” esta semana o novo álbum do rapper Plies, em segundo lugar, com 215 mil unidades vendidas, a cantora Alanis Morissette, em oitavo, com “Flavours of entanglement”, e o My Morning Jacket, que colocou seu “Evil urges” na nona posição.”

Isso sem contar que o Álbum do Weezer, uma das músicas que nos deixam felizes o resto do dia, esta em 10º lugar.  COMO ASSIM?!

Ta vendo. Por isso eu não canso de falar. É triste, mas o rap vai dominar o mundo mano…

diagnóstico
junho 19, 2008

Luciano: [ vazio ]
Esperanças: [ vazio ]
Felicidade: [ vazio ]
Sentimento: [ vazio ]
Vontades: [ vazio ]
Coração: [ vazio ]
Cabeça: [ sobrecarregada ]
Corpo: [ fraco ]
Força: [ vazio ]

uma nova cor
junho 13, 2008

Nada como um dia após o outro. Hoje, já consegui sorrir e tudo o que me tirou o sono por dias, começa a se revelar de forma mais clara na minha cabeça.

E as cores no meu mundo começam a dar as caras. Talvez não da forma como eu queria, mas acordar bem já é um começo!

=)

Um bom dia a todos!

 

oh my!
junho 12, 2008

…a partir de hoje, temporariamente devo um silêncio para o mundo, e diante de tantos acontecimentos, as pessoas precisam de um pouco de férias da minha cara. Mesmo me encontrando num estado seco e sem sorriso feliz, acreditando que realmente a vida esteja querendo me tirar todas as alegrias de algumas semanas atrás, vou ser forte e confiante, mesmo que hoje meu dia não faça sentido algum sem o que me faz lembrar de apenas uma data.

Ok!

A gente se vê por aí meus queridos. E por favor, só volto quando for capaz de sorrir sem me esforçar. Desculpa ser “legal d+”.

 

E boa viagem aos meus amigos que visitarão a velha cidade.

No final disso tudo eu só quero dizer que estou bem. Mas vou ficar melhor.

=)

me chame um médico
junho 11, 2008

dor… dor… dor…

Meu dia acordou triste, minha noite passou vazia, todos pra mim estavam tristes e eu só querendo um coração novo, ou quem sabe, o meu de volta. Esse de agora eu não suporto mais. Ele não me deixa sorrir, ele não me deixa viver, ele só me faz pensar que a qualquer segundo. Eu não sou forte o suficiente pra suportar tal dor. Eu já não sei mais como são as dores, como são os momentos, o porque das lágrimas, o porque de tudo, a única coisa que sei é que me dói. Mesmo tomando a atitude talvez correta, hoje eu quero fugir, eu quero sumir, eu quero dormir. Só quero que nos próximos dias todos se esqueçam de mim e me deixe fechar a janela, sem permitir o mínimo de ar rondar o meu quarto.

Para todos os lados que olho, me falta alguma coisa. No meu café da manhã, o café estava amargo, o pão estava seco e o olhar do meu pai estava frio. O carinho do meu cachorro estava pouco, a água do chuveiro estava gelada, o sabonete já não cheirava bem e a toalha não foi capaz de me secar. O relógio, por incrível que pareça, faltou corda e parou as 00:12hs.  Tudo se desabou em lágrimas, em dor em dor em dor em dor em dor em dor em dor em dor…

A cena da minha vida atravessando a rua e se despedindo de mim, abriu o corte mais profundo que qualquer ser humano sem coração é capaz de fazer comigo.

 

Ó Deus, eu já não sei o que faço aqui…

 

…?
junho 9, 2008

aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaah…

Eu queria conseguir sentar, pensar em toda minha vida e conseguir organizar cada vírgula que está passando pela minha cabeça. Um desespero incondicional está tomando conta desse mundo conturbado que estou vivendo agora. Não consigo trabalhar, não consigo me expressar. Por mais céptico que eu seja, o mais estranho disso tudo é que não me sinto triste, mas não me sinto completo. Não sei o que quero pra mim hoje, mas sei o que não quero por agora. Não sei se devo esperar o destino, ao mesmo tempo quero correr e fugir de tudo o que resolveu aparecer pra mim. Eu ficaria tão mais feliz se as coisas tivessem chegado aos poucos, de forma sublime e eu não precisasse passar por tanto descontrole.

olhares.com

Confusão confusão confusão… É só isso que consigo distinguir de mim nesse momento!

=(

=)

=/

Beijosnãomeliguemplease!

meus olhos merecem
junho 3, 2008

Nesses longos dias longe de serem fatídicos, meu deslumbrando mundo profissional já tem nome: O Fabuloso Destino de um Designer Gráfico.

no coment

Se o Destino de Amelie se preocupa em ajudar o próximo, o meu é fazer o bem para essa sociedade visual que tanto nos tem a acrescentar. Impossível me deparar com momentos inigualáveis como a captura da melhor referência e não querer gozar de tudo que suas as cores, formas e tipografias me proporciam.

Desculpe meu momento Nerdice de designer, talvez nem seja a melhor imagem, mas veio no melhor momento possível.  Vejo essas coisas e me da vontade de deixar cair pe-lo me-nos 17 litros de lágrimas.

Ops! Luciano, bora criar…